notícias

Desencantou!

28/02/2008

Jogar fora dos Estados Unidos nunca foi o forte da brasileira Ângela Park, de 19 anos, a Estreante do Ano do LPGA Tour, em 2007, e a segunda mais nova jogadora da história do circuito a acumular mais de US$ 1 milhão em prêmios. Afinal, os dois únicos torneios em que não passou o corte desde que chegou ao circuito profissional feminino mais bem pago do mundo foram o British Open, na Escócia, e o Hana Bank·Kolon Championship, na Coréia, ambos em 2007.

Mas isso começou a mudar na rodada de abertura do mais novo evento do LPGA Tour, o HSBC Women’s Champion, que começou a ser jogado hoje, quarta, no Tanah Merah CC, em Cingapura. A paranaense patrocinada pela LG do Brasil fez quatro birdies no campo de 6.547 jardas e par 72, para jogar duas abaixo e empatar em nono lugar no torneio que paga US$ 2 milhões em prêmios. Essa foi a primeira vez que a brasileira faz uma volta abaixo do par fora dos EUA. Ângela já havia jogado em Cingapura em dezembro, defendendo a equipe Internacional (sem EUA) que perdeu para a da Ásia na Lexus Cup (foto).

Melhores – O HSBC de Cingapura é, até agora, o torneio mais forte da atual temporada do LPGA Tour. Lá estão as 15 primeiras do ranking mundial, incluindo a mexicana Lorena Ochoa, a número 1, que estreou na temporada com uma volta de 66 tacadas, seis abaixo, para assumir a liderança isolada da competição. Entre suas principais adversárias estão a sueca Annika Sorenstam, número 2 do mundo e a americana Paula Creamer, que venceram os dois primeiros torneios da temporada.

Ricardo Fonseca
MTb 12.287 Jornalismo
[email protected]

Fonte: Federação Paulista de Golfe


Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita.
Saiba mais.