A fisioterapeuta Rossana Quessa entra para a equipe multidisciplinar da CBGolfe


icone facebook icone twitter icone whatsapp icone telegram icone linkedin icone email

A fisioterapeuta Rossana Quessa entra para a equipe multidisciplinar da Confederação Brasileira de Golfe (CBGolfe), com o objetivo de cuidar dos tratamentos dos golfistas amadores de alto rendimento.

A clínica Rossana Quessa, fisioterapeia e bem estar, fica na capital paulista, é focada no atendimento diferenciado com qualidade, individualidade, exclusividade e reabilitação integral do atleta.

“Vamos além do tratamento físico, focamos em proporcionar qualidade de vida a cada paciente, personalizando o seu tratamento para atingir a meta desejada e necessária. Avalição do golfista também através do método desenvolvido pela Titleist Performance Institute  e Reeducação Postural Global pelo método Phillipe Souchard Osteopatia Escola Docusse, além de outras técnicas.

Segundo Rossana, esportista e golfista, praticou na infância artes marciais, iniciando com o judô, em paralelo voleibol e natação. Estudou na Universidade Estadual Paulista – UNESP, onde se graduou em fisioterapia e especialização em ortopedia e traumatologia desportiva.

“Comecei a atender alguns pacientes golfistas que sempre me incentivaram a praticar o golfe. Comecei a fazer algumas aulas inicialmente para sentir o movimento do swing do golfe, que é tão específico e para entender o porquê de certas lesões apresentadas pelos golfistas e então desenvolver a forma mais eficaz para tratá-los”, diz Rossana Quessa.

“Depois fiz algumas especializaçōes através de cursos promovidos pelo Titleist Performance Institute. Investi para me tornar uma fisioterapeuta especializada no tratamento de lesões de golfistas e na prevenção da ocorrência delas. Isso trouxe ao meu consultório muitos praticantes do esporte, professores de golfe e de pessoas envolvidas com o esporte de alguma maneira”, completa Rossana.

“Hoje me orgulho de ser mais uma mulher dentro desse esporte magnífico e a partir deste momento integrar a equipe profissional multidisciplinar da CBGolfe”, finaliza.

Fonte: Confederação Brasileira de Golfe