notícias

Brasileiros disparam no ranking mundial após disputa do Honda Open – Campeonato Bandeirantes

14/07/2021

O Honda Open – Campeonato Bandeirantes de Golfe, disputado na última semana, no Lago Azul, ajudou nove brasileiros – sete homens e duas mulheres – a ganhar importantes posições no ranking mundial amador de golfe (WAGR), atualizado nesta quarta-feira. Renato da Silva Filho, campeão entre os homens, deu o maior salto na lista, ganhando 973 posições e já é o sétimo dos 28 brasileiros com pontos no ranking mundial. Já Manu Barcellos, vencedora no feminino, entrou pela primeira vez para o ranking, aumentando para oito o número de brasileiras na lista.

Andrey Xavier, que não jogou, continua disparado como o melhor brasileiro e sul-americano, em 48º lugar do ranking mundial. Gui Grinberg, vice-campeão do Bandeirantes, é o segundo da lista, em 345º lugar, mas como já tinha uma média alta de pontos, ganhou apenas uma colocação. Fred Biondi, que joga nos EUA, é o terceiro brasileiro Top 500 do mundo, em 438º lugar.

Destaques – Como não houve torneios válidos para os rankings nacional e mundial nos últimos 16 meses por causa da pandemia, muita gente deu saltos importantes no ranking mundial. Lucas Park, mesmo ficando em 15º lugar no Bandeirantes, conseguiu voltar aos Top mil do mundo ao ganhar 87 posições e chegar ao 953º lugar. Matheus Park também pontuou, mas como defendia muitos pontos na virada da semana, perdeu 59 posições, passando a 1.251º da lista.

Thomas Choi, terceiro colocado do Bandeirantes, ganhou quase 500 posições (497) e passou a 1334 do mundo. Renato foi o maior beneficiado, ganhando 973 colocações para ser o sétimo brasileiro do WAGR, na 2.965ª colocação. Victor Andre dos Santos, que empatou em sexto, subiu 112 postos e chegou a 3.119 do mundo. Homero de Toledo, que entrou para o ranking mundial ao vencer a etapa do Damha do Garzón Gorila Tour, em junho, pontuou pela segunda vez, ganhou 651 posições e está na 4.835ª colocação.

Feminino – No feminino, Manu Barcellos somou seus primeiros 7 pontos, estreando em 3.078º lugar do ranking mundial. Ana Sung Marques, que terminou em quinto, foi a outra única a pontuar. Ganhou 196 posições e é agora a 2.198ª colocado do ranking. Para entrar para o WAGR é preciso vencer um torneio válido e para pontuar é preciso já estar no ranking mundial.

A melhor brasileira do ranking mundial é Nina Rissi Miozzo, que trocou a Europa pelos EUA e é a 435ª colocada. Meilin Hoshino, que também está vivendo nos EUA, é a segunda da lista, com 1.060 lugar, seguida por Lauren Grinberg, que também joga nos EUA, mas está de férias no Brasil recuperando-se de uma contusão. Sem jogar nos Bandeirantes, Lauren perdeu 138 posições e é a 1.321 do mundo.

Fonte: Golf.esp.br


Este website utiliza cookies

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência, otimizar as funcionalidades do site e obter estatísticas de visita.
Saiba mais.