notícias

O golfe brasileiro se despede de Jacob Federmann, do Terras de São José Golfe Clube

04/04/2021

O golfe brasileiro se despede do engenheiro e empresário Jacob Federmann, um dos maiores incentivadores do esporte no país, que nos deixou neste domingo, 4 de abril de 2021, aos 94 anos, vítima da Covid-19. Fundador do grupo Senpar (Sociedade de Engenharia e Pavimentação Rodoviária), em 1963, juntamente com Rosaldo Malucelli, que se tornou seu sócio em 1967, Jacob revolucionou o conceito de moradia no Brasil ao lançar, em 1974, o Terras de São José, em Itu (SP), o primeiro loteamento fechado do Brasil e o primeiro com um campo de golfe integrado no país, além de quadras de tênis e hípica.

O Terras de São José Golfe Clube nasceu com nove buracos desenhados pelo argentino Emílio Serra, projeto que mais tarde foi modernizado e ampliado para 18 buracos por Ricardo Rossi, um dos maiores golfistas do Brasil de todos os tempos, que finalizou o campo hoje conhecido por seu padrão internacional. Em pouco tempo, o Terras de São José tornou-se um exemplo de pioneirismo, ousadia e sucesso, que virou referência para dezenas de outros condomínios com campos de golfe que viriam a ser construídos no Brasil.

Visionários – Nem Jacob nem Rosaldo praticavam golfe quando compraram, em 1972, a fazenda que sediaria o condomínio. Na época, eles trabalhavam na construção de estradas pela região e usavam o local para passar os finais de semana e fugir da poluição de São Paulo. Eles já haviam decidido lotear o local quando fizeram viagens internacionais e conheceram, na Flórida, diversos condomínios com campos de golfe, quadras de tênis ou hípicas integrados, antes de resolverem inovar e criar um condomínio no Brasil reunindo todos esses esportes.

O sucesso da iniciativa mesclando qualidade de vida, segurança, natureza e esporte fez com que a empresa ampliasse seu foco de atuação, transformando-se também em desenvolvedora imobiliária a partir da criação de condomínios, uma nova tendência de mercado. Nos anos 70 e 80, o Grupo Senpar Terras de São José construiu dezenas de loteamentos abertos e fechados, entre eles: São Pedro e São Paulo, Portela, Jardim Theodora, Terras de São José Guarujá e Terras de São Carlos, entregando mais de 25 mil lotes.

Reconhecimento Internacional – Em 2008, a Senpar implantou importante loteamento de alto padrão, na cidade de Itupeva. O Loteamento Fazenda SerrAzul Santa Maria faz parte de um conjunto de empreendimentos construídos pelo grupo. O projeto engloba o Shopping SerrAzul Plaza – único shopping aéreo da América Latina -, os parques Hopi Hari e Wet’n Wild, o Hotel Quality Resort e o Outlet Premium.

O Shopping SerrAzul ganhou prêmio de melhor projeto em estrutura metálica concedido pela ABCEM (Associação Brasileira de Construção e Estruturas Metálicas) em 1989, em Paris, além de ficar entre os cinco melhores projetos do mundo pela Fiabci (Federação Internacional das Profissões Imobiliárias). O conjunto da obra SerrAzul também ganhou o Prêmio Master Imobiliário pela Fiabci Internacional em 2009. O Terras de São José levou o mesmo prêmio em 2005.

Expansão – A partir de 1996 o grupo cresce e expande seus negócios aproveitando a era das concessões rodoviárias, entre elas a Renovias, Rodo Sul e MGO, entre outras. Em 2006, em nova fase de expansão, o grupo inaugura entre outros empreendimentos que também viraram referência no mercado imobiliário, como o Terras de São José II, Parque Ytu Xapada, Campos de Santo Antônio II, Villas do Golfe e Fazenda Serrazul I e II. Em 2018, foi a vez do grupo lançar o Novotel Itu Convention Center, o melhor Hotel Resort do Interior de São Paulo.

Atualmente, o Grupo Senpar-Terras de São José tem entre seus negócios loteamentos fechados, concessão de rodovias, construção e manutenção de estradas, obras de grande porte, entretenimento, hotelaria e shoppings. A preocupação com a sustentabilidade e o respeito ao meio ambiente renderam à empresa o reconhecimento da ONU (Organização das Nações Unidas) com a principal modalidade, Gold, de seu programa “Parceiros da Paz e da Sustentabilidade”.

Despedida – A cerimônia de despedida foi restrita à família. Jacob deixa a esposa, Juraci, os filhos Victor, Nilton e César Federmann, seis netos e dois bisnetos, além de milhares de amigos e um legado que jamais será esquecido.

Fonte: O Portal Brasileiro do Golf