notícias

PGA Tour China cancela toda a temporada de 2020 por causa da Pandemia de Covid-19

22/07/2020

Dos três circuitos satélites do Korn Ferry Tour (KFT), apenas o PGA Tour Latinoamérica ainda tem chances de ser jogado em 2020, ainda que de forma reduzida. Dos outros dois, o Mackenzie Tour (PGA Tour Canadá) já havia sido cancelado, e o PGA Tour China foi oficialmente cancelado nesta quarta-feira, 23 de julho, em comum acordo com a China Golf Association. Os três circuitos classificam a cada ano cinco jogadores para o KFT, que por sua vez é o circuito de classificação para o PGA Tour.

Tanto no caso da China como do Canadá o maior problema não é a pandemia de Covid-19 nesses países, e sim a locomoção dos jogadores através de fronteiras que, quando não estão fechadas, impõe quarentenas obrigatórias para quem entra nesses países ou retorna a seus países de origem. Só no ano passado, em 19 torneios, cinco tiveram vitórias de americanos. O PGA Tour Latinoamérica, jogado em muitos países, como o Brasil, no epicentro da pandemia, espera voltar a ter competições em novembro. A única jogada este ano, o Estrella del Mar Open, de 5 a 8 de março, foi ganha por Alexandre Rocha.

Brasileiros – Não é só o PGA Tour Latinoamérica que tem servido de porta de entrada para os brasileiros no circuito mundial de golfe. O paulista Lucas Lee começou sua carreira no Mackenzie Tour no Canadá, onde amealhou cinco vice-campeonatos entre 2009 e 2013, passando depois para o PGA Tour China, quando o circuito foi criado, em 2014. Lucas terminou oitavo no ranking após quarto Top 4s e seis Top 10s, em dez torneios, e entrou para o KFT em 2015, onde, após dois vice-campeonatos, chegou ao PGA Tour em 2016.

No caso do Canadá, foi criado um minitour paliativo, a Canada Life Series, para residentes no país, com prêmios de 50 mil dólares canadenses cada. Já para todos os integrantes dos três circuitos, que possam entrar nos EUA, o PGA Tour criou a LOCALiQ Series, circuito de oito torneios, nos EUA, de agosto a outubro, todos com premiação de US$ 100 mil, sendo US$ 16 mil para o campeão. Aguarda-se a lista de jogadores que poderão participar, mas entre eles está Alexandre Rocha, que mora nos EUA. Rafa Becker, que mora no Brasil, como todos os brasileiros ainda não pode entrar nos EUA.

Fonte: Golf.esp.br