notícias

Equipe brasileira de golfe chega domingo em Lima para os Jogos Pan-Americanos 2019

02/08/2019

Notícias

A equipe brasileira de golfe chega neste domingo (4), em Lima, no Peru, para a disputa dos Jogos Pan-Americanos de 2019. O país será representado por Adilson da Silva, Alexandre Rocha, Luiza Altmann e Nina Rissi, em busca de uma medalha inédita para a modalidade. O torneio acontece de 8 a 11 de julho, no Lima Golf Club.

“Temos uma expectativa boa para o Pan. Na equipe masculina vamos com o Alexandre Rocha e o atleta olímpico Adilson da Silva, que vem bem no Ranking Mundial. Hoje, inclusive, ele é o segundo melhor ranqueado entre os inscritos, atrás apenas do paraguaio Fabrizio Zanotti. O Rocha também chega bem animado, depois de ter vários bons resultados no PGA TOUR Latino América. Vejo chances de medalha para o Brasil”, ressalta o coach nacional, Erik Andersson.

“No feminino, temos a representante profissional Luiza Altman, que passou uma temporada no forte tour Coreano e a amadora Nina Rissi, que vem de bons resultados nos torneios na Espanha. Então também vejo uma boa participação das duas nos Jogos de Lima”, complementa.

A disputa de Lima 2019 será a segunda do golfe na história dos Jogos Pan-Americanos. Ao todo, estarão em disputa nove medalhas nos torneios masculino, feminino e de duplas mistas. Participam 64 golfistas, sendo 32 homens e 32 mulheres, de 17 países. O Brasil leva ao torneio o número máximo de atletas possível para o país, ou seja, equipe completa. Além dos atletas, viajam na delegação brasileira o coach Erik Andersson, o presidente da CBGolfe, Euclides Gusi, e Rodrigo Rangel, como chefe de delegação.

Além dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Adilson da Silva já representou o Brasil no Pan de Toronto 2015, junto com Luiza Altmann. Na oportunidade, ele terminou a competição em oitavo lugar, enquanto ela acabou desclassificada na última volta. Para Alexandre Rocha e Nina Rissi, a competição será a primeira em que farão parte do Time Brasil em um evento multiesportivo, ao lado de diversas outras modalidades.

Em Lima os brasileiros terão pela frente alguns dos melhores profissionais e amadores das Américas, como Miguel Ángel Carballo e Estanislao Goya, da Argentina, Felipe Aguilar e Guillermo Pereira, do Chile, e Gonzalo Rubio e Raúl Cortes de la Riva, do México. Os Estados Unidos, potência mundial no golfe, vai com os amadores Stewart Hagestad e Brandon Wu, respectivamente o quinto e o sétimo colocados do Ranking Mundial Amador de Golfe (WAGR).

No torneio feminino, os Estados Unidos também levam amadoras bem ranqueadas, Emilia Migliaccio, oitava do mundo, e Rose Zhang, a 22ª. Sofia Garcia Austt e Jimena Marquez, que nas duas últimas temporadas jogaram o Campeonato Amador do Brasil, representam o Uruguai em Lima. O Chile leva duas profissionais, Paula Hurtado e Paola Moreno, enquanto outros países fazem o mesmo que o Brasil, mesclando profissionais e amadoras.

Fonte: Confederação Brasileira de Golfe