notícias

Regras do Golfe: Sergio Garcia desclassificado por danificar greens no Saudi International

04/02/2019

Denunciado pelos jogadores do grupo logo atrás do seu, o espanhol Sergio Garcia foi desclassificado do Saudi International, torneio do PGA Tour disputado de 31 de janeiro a 3 de fevereiro, no Royal Greens G&CC, na Arábia Saudita, onde ele jogava como convidado pago, ou seja, recebeu cachê do organizador local para ser uma das atrações do torneio. A infração de Garcia, confirmada pelos árbitros, foi ter repetidamente danificado greens batendo seu putter contra a grama, o que além de danificar o campo, prejudicou os adversários.

Garcia já havia se metido em confusões do gênero ao cuspir no green do buraco 13 do Doral no CA World Championship de 2007 e danificado o tee do 16 raspando os spikes de seus sapatos, em sua estreia no World Match Play Championship de 1999 no Wentworth Golf Club. Desta vez, porém, ele foi enquadrado nas novas Regras do Golfe,

Regra 1.2a: “Normas de Conduta do Jogador – Condutas Esperadas de Todos os Jogadores”:

Espera-se que todos os jogadores joguem dentro do espírito do jogo:

• Atuando com integridade – por exemplo, seguindo as Regras, aplicando todas as penalidades e sendo honestos em todos os aspectos do jogo.
• Demonstrando consideração pelos demais jogadores – por exemplo, jogando em ritmo célere, zelando pela segurança dos outros e não distraindo o outro jogador.
• Cuidando do campo – por exemplo, repondo divots, rastelando bancas, reparando piques de bola e não causando danos desnecessários ao campo
De acordo com as Regras, não há penalidade por não cumprir com as normas de conduta, porém a Comissão poderá desclassificar o jogador que agir fora do espírito do jogo se considerar que o jogador cometeu má conduta grave.

Desculpas – Garcia havia passado o corte com dificuldade jogando voltas de 69 e 70 tacadas e jogaria 71 (+1) no sábado, quando o incidente ocorreu. Garcia, de 39 anos, deixou o campo e reconheceu o erro, publicando um pedido de desculpas público: “Eu respeito a decisão de me desclassificar. Eu danifiquei um par de greens, pelo que peço desculpas e já informei aos demais competidores que isso nunca mais acontecerá”.

No dia anterior, o temperamento de Garcia já havia lhe custado outras duas tacadas. No buraco 4, ao não conseguir sair da banca, culpando quem havia rastelado a areia antes, Garcia, após a segunda tacada, esbofeteou a areia com o sand repetidas vezes. Não houve penalidade imposta pelos árbitros, mas, irritado, ele fez bogeys em dois dos quatro buracos seguintes.

Fim de caso – A atitude correta de Garcia após a desclassificação lhe poupou um dano maior. Havia os que defendiam uma pena de suspensão para o espanhol, mas Keith Pelley, CEO do Tour Europeu, decidiu que o campeão do Masters de 2017 não sofrerá novas penalidades. “O incidente está encerrado”, disse Pelley para o jornal “The Scotsman”. “Chegamos a tocar no assunto (da suspensão), mas Sergio pediu desculpas aos jogadores e nós seguimos em frente”.

Fonte: O Portal Brasileiro do Golfe