notícias

LPGA Tour amplia calendário e distribuirá um total recorde de prêmios na temporada de 2020

25/11/2019

A equiparação de prêmios nas competições masculinas e femininas ainda é restrita a raros eventos, mas a situação das jogadoras do LPGA Tour, o maior, mais bem pago e mais importante circuito profissional feminino de golfe do mundo melhorou muito. Com dois novos eventos agendados para a Flórida, o LPGA Tour chegará a 33 torneios em 2020 com um total recorde de US$ 75,1 milhões em prêmios, sendo que 16 competições terão bolsa de US$ 2 milhões. Além disso, haverá 500 horas de transmissão ao vivo desse eventos na tevê.

Muito do crescimento do LPGA Tour se deve à visão empresarial de Mike Whan, comissário do circuito, que quando assumiu o cargo, em 2011, encontrou um calendário de 23 eventos sendo que só oito tinham ao mesmo US$ 2 milhões em prêmios. A temporada 2020 do LPGA que começa com o Diamond Resorts Tournament of Champions, de 16 a 19 de janeiro, terá quatro eventos na Flórida, incluindo o novo Gainbridge LPGA do Boca Rio, em Boca Raton; e o CME Group Tour Championship, este com prêmios de US$ 1,5 milhão para a campeã.

Majors – A mudança nos majors femininos também foi significativa nessa década. Em 2011, a média a prêmios nos quatro torneios do Grand Slam do golfe feminino foi de US$ 2,56 milhões. Em 2020, essa média será de pelo menos US$ 4,26 milhões, com destaque para o U.S. Women’s Open, que pagou US$ 5,5 milhões em prêmios, em 2019, e deve crescer mais um pouco (o novo valor ainda não foi anunciado).

O US Women’s Open será jogado no Champions Golf Club, em Houston, sede do U.S. Open de 1969 e do Tour Championship de 2003. The KPMG Women’s PGA Championship, que aumentou sua premiação para US$ 4,3 milhões, será jogado no Aronimink Golf Club, na Philadelphia. O Women’s British Open vai, pela primeira vez,  para o Royal Troon na Escócia, o sétimo campo usado em rodízio no British Open onde as mulheres também irão jogar.

Ásia – A perna asiática do LPGA Tour, com sete torneios, inclui o Blue Bay LPGA em Hainan Island, na China, no começo de março, com US$ 2,1 milhões em prêmios. Os outros seis são competições com número limitado de jogadoras, sem corte. Haverá apenas dois intervalos de suas semanas no calendário, um deles durante os Jogos Olímpicos de Tóquio.

E mais novidades estão por vir. O comissário Mike Whan está embarcando para a Europa esta semana para negociar ações conjuntas do LPGA Tour com o LET (Ladies European Tour).

Fonte: O Portal Brasileiro do Golfe